27/11/2010

Alguém me disse:


"Que os 
SENTIMENTOS VERDADEIROS
são simples, descomplicados...
são como matemática exata...não tem resto nem diferença".

Simplismente acontecem.
((M))

21/11/2010

Já não temos...


"Porque já não temos mais idade para,
dramaticamente, usarmos palavras
grandiloqüentes como "sempre" ou "nunca".
Ninguém sabe como, mas aos poucos
fomos aprendendo sobre a continuidade
da vida, das pessoas e das coisas. Já não
tentamos o suicídio nem cometemos
gestos tresloucados. Alguns, sim - nós, não.
Contidamente continuamos. E substituímos
expressões fatais como "não resistirei" por
outras mais mansas, como "sei que vai passar".
Esse é o nosso jeito de continuar, o mais
eficiente e também o mais cômodo, porque
não implica em decisões, apenas em paciência".
*
((Caio Fernando Abreu))

12/11/2010

O que é mais importante?



"O que é mais importante:
 
Perdoar ou pedir perdão

__Quem pede perdão mostra que ainda crê no amor.
__Quem perdoa mostra que ainda existe amor para quem crê.
Mas, não importa saber qual das duas coisas é mais. 

É sempre importante saber que: 

_ς੭_Perdoar é 
o modo mais sublime de crescer
 
_ς੭_e, Pedir Perdão é

o modo mais sublime de se levantar... 

10/11/2010

Tudo é ...



Tudo é vivo e tudo fala ao nosso redor, embora com vida e voz
que não são humanas, mas que podemos aprender a escutar,
porque muitas vezes essa linguagem secreta ajuda a esclarecer
o nosso próprio mistério..."

((Cecília Meireles))

08/11/2010

O tempo não para...

                               

ς੭ ς੭ ς੭ ς੭
Tudo passa, tudo se vai
O tempo não pára,
Nem olha pra trás
Nem faz pausa.
Apenas refaz o velho
Dando-lhe novas formas
Fazendo de um passado
Um novo presente
Ou arquiva na memória
E segue o curso da história.

Talvez o tempo nem passe
Somos nós que passamos por ele
Seguindo nosso caminho
Acompanhados ou sozinhos
Olhando pelo retrovisor
Mas, fixados na estrada
Que se avança
Para não perder-se
Presos num passado
Da nossa jornada.


((Ataíde Lemos ))

04/11/2010

Esperança para o AMOR...

 Quando há
coração e
caminhos,
ainda resta a
esperança
para o amor.
((J. G. de Araújo))